sábado, 19 de agosto de 2017

CHOCOMIX, 1988

Nem só de Nescau e Toddy vivia o mundo dos achocolatados em pó. No fim da década de 80, a Quaker anunciava com orgulho seu Chocomix nos gibis. A propaganda era uma espécie de joguinho de "encontre a saída", usando desenhos e grafismos infantis.

O anúncio: O menino convidou a menina para tomar Chocomix. Ajude-a a chegar.
Deixa tudo mais gostoso.


Superaventuras Marvel #72, junho 1988

sábado, 12 de agosto de 2017

TIP TOP, 1987

Quanta porcariazinha transgênica a gente comia na infância, hein? E o que é pior: a gente gostava! Os biscoitinhos da Tip Top Alimentos puxavam para o lado dos super-heróis para fazer a criançada experimentar os novos e "irresistíveis" salgadinhos, anunciados na revista Superaventuras Marvel de novembro de 1987.

O anúncio: Cheestop e Douradinho. A Dupla Dinâmica.
Os novos salgadinhos Tip Top são mesmo super-heróis: ninguém resiste.
Cheestop tem sabor de queijo. Douradinho, de milho.
É um crime não experimentar.


Superaventuras Marvel #65, novembro 1987

sábado, 5 de agosto de 2017

KILOMÉTRICA, 1995

Nem só seres humanos e animais são usados no universo da propaganda. Para vender a caneta Kilométrica, a fabricante Paper Mate "contratou" um alienígena para apregoar o produto! Em fevereiro de 1995 este enigmático E.T. exibia no gibi do Incrível Hulk sua esferográfica do outro mundo...

O anúncio: Nova Kilométrica Roller. A caneta do outro mundo.
Novo sistema Rolling Ball. Escreve suave e fácil.
Faça com coração. Faça com Paper Mate.


Hulk #140, fevereiro 1995



sábado, 29 de julho de 2017

COMANDOS EM AÇÃO, 1989

Pintar a cara para brincar. Essa era a ideia básica do fabricante que, em 1989, juntou os soldadinhos articulados dos Comandos em Ação com uma bisnaga de tinta de camuflagem e botou tudo à venda na mesma cartela. A propaganda foi veiculada em julho daquele ano, bem antes do movimento dos caras-pintadas que iriam às ruas três anos depois pedir o impeachment de um presidente.

O anúncio: Comandos em Ação. Pintaram as tropas de elite.
A Estrela está pintando com as Tropas de Elite da Coleção Comandos em Ação. Tem a Força Tigre. Seus incríveis personagens e superveículos camuflados como tigres. Tem a Força Naja. Seus traiçoeiros personagens e abomináveis veículos camuflados como cobras.
E uma novidade: dentro de qualquer uma das cartelas dos 5 personagens vêm grátis 2 bisnagas de camuflagem pra deixar a brincadeira ainda mais emocionante. Prepare a sua tropa. A batalha vai começar.


Super-Homem #61, julho 1989

sábado, 22 de julho de 2017

PELEZINHO, 1978

Craque é craque. E o personagem da Turma da Mônica baseado em Pelé mostrava-se um campeão de popularidade junto à criançada no fim dos anos 70.

Veiculado na revista Pelezinho às vésperas do Dia das Crianças de 1978, o anúncio exibia toda a coleção de brinquedos da Estrela inspirada no pequeno jogador. De bolas a quebra-cabeças, passando por lousa de giz... Pelezinho era gol certo!

O anúncio: A Estrela orgulhosamente apresenta Coleção Pelezinho.
Cine Show Pelezinho. Pelezinho. Bagatela Pelezinho. Bingo Bol do Pelezinho. Craque Pelezinho (pesada). Quebra-cabeça Pelezinho. Quadro-negro Pelezinho. Bola Pelezinho (leve).
Em exibição nas lojas de brinquedos de todo o país.


Pelezinho #15, outubro 1978

sábado, 15 de julho de 2017

SUKITA, 1988

Simony e Jair Oliveira (então conhecido como Jairzinho) foram convocados pela Brahma em 1988 para a propaganda da Sukita. Os dois eram cantores-mirins do grupo Balão Mágico e vendiam vários produtos, aproveitando também a fama do programa matinal na TV.

O anúncio do refrigerante é simples e tem um ar de Festa Junina, tendo sido publicado na revista do Super-Homem.

O anúncio: Essa laranja é da boa.
Sukita - A laranja da Brahma.


Super-Homem #54, dezembro 1988


sábado, 8 de julho de 2017

MELHORAMENTOS, 1988

Nem tudo era brincadeira ou gostosuras nos anúncios dos gibis da nossa infância. A fabricante de cadernos Melhoramentos ocupou o espaço para vender seu peixe e falar de educação.

É o que se vê na propaganda veiculada na revista Superaventuras Marvel de fevereiro de 1988, na qual aparecem cadernos de temas variados (incluindo personagens da Disney) e, num quadrinho menor, a convocação para um concurso atrelado ao vestibular, no qual o ganhador receberia material escolar e bolsa de estudos.

O anúncio: Estude, apareça e ganhe.
Com os cadernos da Melhoramentos, é lógico.
Eles têm as capas mais originais e o melhor papel. E, por isso mesmo, destacam você.
Participe do I Concurso Vestibular Waikiki, comprando os cadernos Waikiki.
Você concorre a bolsas de estudo e de material escolar.


Superaventuras Marvel #68, fevereiro 1988


sábado, 1 de julho de 2017

WOODSTOCK, 1984

Menos de um ano depois do sucesso do Snoopy, chegou ao mercado a pelúcia do Woodstock, o inseparável companheiro do cãozinho. Aliás, esse era o mote da campanha da fabricante Estrela, que figurava na revista Zé Carioca de abril de 1984.

A mensagem era bem simples. Algo como "você que já comprou o Snoopy, agora tem que levar seu amiguinho, pois eles são inseparáveis". E não é que funcionou mesmo? Sucesso de vendas no Dia dos Namorados, Dia das Crianças, Natal e por aí vai.

O anúncio: Chegou Woodstock. O companheiro inseparável do Snoopy.


Zé Carioca #1695, maio 1984


sábado, 24 de junho de 2017

SNOOPY, 1983

OK, a gente sabe que bichinho de pelúcia é mesmo uma coisa fofa. E os fabricantes de brinquedos se aproveitam desse desejo quase irresistível de apertar um animalzinho macio para vender seus produtos.

Quando a marca está associada a um grande sucesso infantil, como o cãozinho Snoopy (já citado neste blog), aí o sucesso é garantido. Foi assim com o boneco lançado em 1983 pela Estrela, anunciado na revista Pato Donald de outubro daquele ano.

O anúncio: Snoopy da Estrela. Seu melhor amigo chegou.
O Snoopy chegou para ser seu melhor amigo de verdade. Ele é todo de pelúcia, fofinho, gostoso de brincar. Adora um colinho e sair para passear.
Snoopy, o amiguinho que você sempre sonhou e agora pode ter.


Pato Donald #1666, outubro 1983

sábado, 17 de junho de 2017

DRAGÃO, 1987

Mais uma bizarrice criada pela Estrela na categoria "veículos" foi anunciada nos anos 80. O Dragão tinha a frente de um trator, a boleia de um caminhão e aerofólios de um Fórmula 1. Tudo isso em cima de 16 rodas!

Não sei dizer se o carango fez sucesso com a criançada, mas foi parar nas páginas da revista Superaventuras Marvel em agosto de 1987.

O anúncio: Nada detém o Dragão.
Ele passa por cima de tudo.
O Dragão da Estrela é a máquina mais monstruosa que você já viu. Ele tem tração em suas 16 rodas e pneus especiais para enfrentar qualquer obstáculo. Seu chassi flexível e 3 poderosos motores vencem qualquer terreno. Nada pode deter o dragão. Só você.


Superaventuras Marvel #62, agosto 1987